A Teresinha já está encaminhada e está a receber tudo o que precisava. Em breve outra pessoa a iluminar… :-)

Normalmente recebo ajuda para idosos em solidão, mas numa conversa improvável descobri que a Teresinha, que recebe os clientes do café onde trabalha no Chiado, sempre com um grande sorriso, também precisa de ajuda.

Uma companheira do seu trabalho desabafou que o sorriso esconde grandes necessidades, por isso aqui estou eu a pedir a ajuda de todos os que estiverem a ler este post. A Teresinha vive no Barreiro numa casa pequenina e parte do seu ordenado é retirado, para pagar uma dívida da irmã.

A amiga que me contou  a sua história de vida, disse-me ainda que a Teresinha não tem Pai nem Mãe e os irmãos biológicos não vivem em Portugal. Apercebi-me que com o seu ordenado mínimo é complicado conseguir algumas coisas para a sua casa e que nem uma sopa consegue fazer, por isso venho unir esforços com a vossa ajuda.

A Teresinha precisa de um sofá (que eu vou dar em Dezembro), um edredon (obrigada Inês Portela), um fogão (obrigada Joana Abreu), mas também um frigorífico (Obrigada Cláudia Robalo), uma televisão, (obrigada Ana Santos) uma mesa para jantar (Obrigada Catarina Bessa), cadeiras (Obrigada Vasco Paula Soares), almofadas de cama (Obrigada Filomena Branco), uma torradeira (Obrigada João Hipólito Raposo), uma frigideira e uma panela (Obrigada João Hipólito Raposo).

Se por acaso tiverem na disposição de vasculhar os baús de casa, onde tantas vezes guardamos o que achamos já não ser preciso para ninguém, podem enviar-me um e-mail (no cabeçalho desta plataforma) para fazermos a diferença na vida da Teresinha?

Terei todo o gosto de receber, ou de ir com o doador, ao café onde a Teresinha continua a receber toda a gente com um grande sorriso. Ainda há a hipótese de suprimir alguns presentes de Natal em prol de quem realmente precisa. Com ou sem passagem numa grande superfície, para adquirir em primeira mão, ou mesmo na garagem perdido algures, toda a ajuda será preciosa.

Quando conhecerem a Teresinha, vão perceber que o sorriso dela merece tudo. Fico a aguardar a vossa generosidade. Obrigada.

esta plataforma Atlântica no facebook está aqui