Hoje cheguei bem cedo ao Chiado, e o Chaves (rapaz de esfregona ao alto a quem dei o primeiro bom dia na Rua Garrett), fazia o que podia pelas vitrines da antiga Ourivesaria Aliança. Como já escrevi esta semana, a lindíssima loja abre amanhã, mas desta vez com a marca catalã Tous.

Estou feliz por se terem mantido os interiores e por mais pena que tenha, deste nosso postal ir para uma marca não nacional, agradeço ao céu (invoco o sagrado quando se poupa o património) a sua reabertura. Assim num primeiro olhar parece-me bem, mas a ‘cortinete’ rosa na montra, vai lá vai. É um pormenor, eu sei  e gostos não se discutem (curiosamente discuti este assunto, com uma senhora do Chiado antigo, que como eu apreciava a reabertura e que concordou comigo), mas está literalmente a mais e esconde a loja, a quem passa na rua.

Sobre a marca catalã Tous não tenho grande opinião, pois a moda não é a minha praia. Observo as tendências mas o meu romantismo tem um estilo muito próprio, não é por uma revista dizer que se usa que eu passo a usar, até porque fui educada para ser mais do que isso. Andei a perguntar às senhoras o que pensam e as opiniões dividem-se. Ao que parece a marca em Espanha é idolatrada, mas em Portugal anda num limbo e parafraseando ‘tem a sua graça, mas o urso é mesmo muito piroso’. Também apontaram as apostas que a marca tem feito em Portugal.

Aprendi a gostar de joias com o meu Pai, que no meio das antiguidades e livros antigos por vezes trazia algumas joias com os recheios. Da minha Avó manterna guardo um alfinete que faz as maravilhas a qualquer neta mais romântica. Mas confesso vivo bem sem elas. E nos tempos que correm nem fazem muito sentido. A eleger uma marca que goste mesmo muito nomeio o David Rosas, uma marca que idolatro (é portuguesa e têm peças de autor lindas de cair para a banda).

Quando às apostas da Tous em Portugal não sei, as cortinas achei um excesso. Quanto à escolha da loja não há dúvidas. Para a semana irei explorar os interiores e prometo partilha detalhada, mas as vossas opiniões são importantes. Venham elas.





esta plataforma Atlântica no facebook está aqui