Descobri esta padaria de bairro pelo meu amigo João Pereira Coutinho, que tal como eu, se surpreendeu com o fecho da Magnólia da Miguel Bombarda.

No último ano abriram muitas padarias em Lisboa e na moda que nem sempre revela excelência, os interiores desta merecem o meu elogio. Inspirada nas padarias antigas, a estética simples está bem conseguida ainda com direito a prateleiras de livros e jornais do dia. O altar é para o pão e os bolos - e tenho pena que a pastelaria não seja toda feita dentro de portas – mas esta a padaria, café e pastelaria serve ainda refeições ligeiras, como tibornas ou saladas.

Na minha visita e porque a quadra permite aventurei-me numa farinha torrada, um género de bolo abiscoitado que achei graça, mas os pontos máximos dou-os à Catarina, que me atendeu com muita simpatia e que me ia respondido a tanta pergunta. Com pão a vir de tanta morada portuguesa, a curiosidade começou no pão de Mafra e acabou na Broa de Avintes. Famosos já são os baguels de sementes, que infelizmente não apanhei, mas aqui o pão é sempre nosso, nem que seja num outro dia.

O Pão Nosso de cada dia
Rua Marquês Sá da Bandeira 46B, Lisboa
Tel. +351 210 107 222 ou 939 384 063
Seg a Sáb 7h30 às 20h e Dom 9h30 às 19h
www.opaonosso.pt
facebook aqui

esta plataforma Atlântica no facebook está aqui