social_fb social_ig social_tw social_li social_gp social_pi social_vm social_yt social_sa

 

 
bilhete de embarque
O fim do Verão, o Faial e 'Os Dabney' de Maria Filomena Mónica

O fim do Verão, o Faial e ‘Os Dabney’ de Maria Filomena Mónica

Foi o livro Os Dabney de Maria Filomena Mónica que me levou à ilha do Faial. Em 20 dias de São Miguel, a fuga feita num pequeno avião da Sata levou-me a conhecer a famosa casa que respira sobre a praia de Porto Pim. ‘Em 1806, a família Dabney desembarcou nos Açores, mais especificamente na ilha do...
São Miguel, vinte dias em vinte imagens

São Miguel, vinte dias em vinte imagens

A TAP levou-me até São Miguel para filmar dois programas da Cidade na ponta dos dedos.  Vinte dias esplendorosos em vinte imagens que me carregaram as baterias para o ano inteiro. Quem não conhece, é uma falha grave no reconhecimento do nosso património, neste caso um dos mais bonitos do mundo. A Cidade na ponta dos dedos...
A Leica fez 100 anos e eu estive lá

A Leica fez 100 anos e eu estive lá

Não é todos os dias que uma marca tão icónica faz 100 anos e assim aconteceu com a Leica na semana passada em Wetzar, onde fica a nova sede. Onde quer que Oskar Barnak esteja, o visionário e criador da primeira Leica (a primeira do mundo em pequeno formato) deverá com certeza orgulhoso do carisma...
Off to Germany to 'Leica 100 years'

Off to Germany to ‘Leica 100 years’

Estocolmo III, Elliott Ervitt na Fotografiska

Estocolmo III, Elliott Ervitt na Fotografiska

O Fotografiska foi de longe o local cultural que mais adorei na minha visita a Estocolmo. Um elogio à fotografia que como sabem venero. E ainda tive a sorte de apanhar uma belíssima exposição do grande Elliott Erwitt. Sublime, nas imagens e nas palavras.    Fotografiska www.fotografiska.eu Voo para Estocolmo com a TAP aqui e para ficar fã é aqui.
Estocolmo II, a intuição do Nobis Hotel

Estocolmo II, a intuição do Nobis Hotel

Não tive qualquer dúvida quando escolhi o Nobis Hotel para ficar uma semana em Estocolmo. Com apenas quatro anos de existência, este membro dos Design Hotels está localizado em dois edifícios históricos do século XIX interligados e ocupa um local privilegiado na Praça Norrmalmstorg. Muito central esta é uma excelente escolha para uma primeira vez...
Estocolmo I, a grande recompensa da terra

Estocolmo I, a grande recompensa da terra

Ainda no Inverno, mas com uma Primavera que já se faz sentir subtilmente, a altura é perfeita para partilhar a minha viagem a Estocolmo. E quem sabe inspirar-vos a uma viagem que penso ser ideal em meses mais estivais. Como bem sabem aposto bastante no que é nosso e temos o privilégio dos voos da...
'como recordar o que nunca aconteceu'

‘como recordar o que nunca aconteceu’

(…) Em letras enormes do tamanho do medo da solidão da angústia um cartaz denuncia que um homem e uma mulher se encontraram num bar de hotel numa tarde de chuva entre zunidos de conversa e inventaram o amor com carácter de urgência deixando cair dos ombros o fardo incómodo da monotonia quotidiana Um homem...
‘Off to Stockholm’

‘Off to Stockholm’

Nos próximos dias estarei em reportagem por Estocolmo, com muitos mercados de Natal, algum vinho quente, delicioso cheiro a canela e livrarias eruditamente inspiradoras. Terei acesso limitado a telefone e internet, mas dia 19 já estou de volta. Até lá.
'Off to Namibia'

‘Off to Namibia’

Sem querer revelar muito, até porque é amanhã que começam as grandes aventuras vim para a Namíbia em expedição e não terei acesso a internet nem telefone até ao dia 4 de Novembro. Um luxo  merecido, depois de um ano tão desafiante em que fui precisa a alguém que muito me é querido. Agora é...
No reino da Dinamarca, IV

No reino da Dinamarca, IV

A Emmerys em Copenhaga é um templo ao pão e, como uma boa padaria e café escandinavo, maravilha-nos também com os bolos, as tartes, as bolachas e o chocolate quente. Sofisticadamente simples, a qualidade dos ingredientes destacam-se apenas pelo olhar. Cheio da manhã até ao fechar, é um excelente apoio às caminhadas que se multiplicam...
No Reino da Dinamarca III

No Reino da Dinamarca III

No final da estação dourada ainda tive o privilégio de apanhar o tom ardente das folhas que faz dos cenários da escandinavos uma coleção de postais inesquecíveis. Numa cidade de pequena dimensão, é fácil darmos com as lojas mais marcantes de Copenhaga. A Blomsterbergs é a mais original morada de pastelaria de Copenhaga e tem por...
No reino da Dinamarca II

No reino da Dinamarca II

Visitar Copenhaga não é um desafio ao tempo, pois como cidade que de grande não tem nada, é um privilégio a quem não gosta de preparar viagens. Copenhaga é uma cidade pequena por isso com um mapa e algumas dicas encontrará facilmente os sítios imperdíveis da cidade. A nível cultural um dos lugares obrigatórios é...
No reino da Dinamarca I

No reino da Dinamarca I

O título persegue os amantes de Alexandre O’Neill. Mas a viagem “palavras que nos beijam” é um encontro com uma das cidades escandinavas. Os voos da Tap descolam para Copenhaga bem cedo, um destino que se faz bem como viagem de fim-de-semana: o tempo é para aproveitar ao minuto. A serenidade da cidade nada tem...
Danish Design

Danish Design

Sem querer revelar tudo – já que vou partilhar em três crónicas na Vogue online – Copenhaga respira design e bom planeamento urbano. Ontem estive no Danish Design Centre e hoje o dia é dedicado ao Danish Arquitecture Centre. Mais novidades em breve. Amanhã à noite, já em Lisboa revelarei os talentosos do Desafio ao...
Copenhaga, as primeiras impressões

Copenhaga, as primeiras impressões

Está um frio que nao estava à espera e bem dita à hora que atirei à última hora dois pares de luvas da nossa Ulisses e um poncho.O frio é tanto que gela as orelhas… Já há muito que me esqueci dos meus tempos na antiga Batávia, mas comparando com Amesterdão esta cidade move-se com...
Pico do Refúgio, os Açores em estado belo

Pico do Refúgio, os Açores em estado belo

Haverá algum lugar no mundo tão especial que nos leve a tocar com as pontas dos dedos o ventre da terra? Sim, fica nos Açores, no Pico do Refúgio de São Miguel. Lá, onde o mar é maior. De Ponta Delgada a caminho da poderosa Lagoa do Fogo, respira uma morada onde o sangue de...
Aldeia da Cuada, as Flores sem Photoshop

Aldeia da Cuada, as Flores sem Photoshop

Há sempre qualquer coisa de maior quando se trata dos Açores. E é numa aldeia das Flores que confirmo a beleza de mais um pedaço de terra português, a Aldeia da Cuada. Abandonada nos anos sessenta, quando os seus habitantes emigraram para a América, a Aldeia foi recuperada por Carlos Silva, que sabiamente soube sonhar...
Açores, 'os passos em volta'

Açores, ‘os passos em volta’

De regresso à cidade levo comigo tudo o que os Açores me permitem transportar na beleza dos momentos mais puros. Passos que devagar, se controem livres das amarras do mundo. Um lugar intocado que descubro devagar e que partilharei a partir de terça-feira. Amanhã a cidade regressará ao seu ritmo normal com muitas novidades e...
Açores, desta vez para mergulhar no Dori

Açores, desta vez para mergulhar no Dori

Passadas apenas duas semanas de me ter iniciado na beleza profunda do mergulho, não resisti e regressei aos Açores desta vez para mergulhar nas Castanhetas e no Dori, em São Miguel. Devagar e pela mão sempre focada do Pico do Refúgio, vou conquistando a tranquilidade de baixo de água, onde o sagrado me vai tocando em...
'o' mergulho no Atlântico e com internet limitada

‘o’ mergulho no Atlântico e com internet limitada

hoje estive a mergulhar a 16 metros de profundidade, em São Miguel nos Açores, em Cabeços do Ilhéu em Vila Franca do Campo. em breve colocarei tudo online e peço desculpa pela falta de post’s mas a internet continua deliciosamente lenta. desligar também é bom e por isso volto em grande força a partir de segunda-feira.
'o' mergulho

‘o’ mergulho

a curiosidade acompanha-me há anos, e mesmo com alguma renitência do desafio pessoal a que me proponho superar, lembro-me do estado de tranquilidade que vivi num postal do Atlântico. não espero ver a mesma família de golfinhos a um metro, que me deixou em silêncio uma tarde inteira, mas regressarei por momentos à plenitude do...
sem internet no meio do Atlântico

sem internet no meio do Atlântico

venho pedir desculpa por não conseguir escrever diariamente como gostaria. a internet na casa da ilha é deliciosamente  jurássica e se estão a ler este post foi porque tive algum sucesso aliado à insistência. sexta feira à noite voltarei em grande força e com muitas aventuras Atlânticas. agradeço a compreensão.
Pico, a mais bonita solidão do mundo

Pico, a mais bonita solidão do mundo

Existem nestas linhas humildade suficiente para saber que não haverá em nenhum dicionário da terra, com palavras possíveis à altura da experiência da ilha do Pico. Dias onde a pureza da consciência permite no pulsar das veias, o basalto negro, o azul do Atlântico e o verde que eleva Portugal ao seu estado mais nobre....
Londres, Com asas eu desejo

Londres, Com asas eu desejo

Se pudesse pedir um presente de Natal, gostava que o Super-Homem me apanhasse na minha janela Atlântica e me levasse a sobrevoar Lisboa. Tenho este sonho há anos e, por mais que já tenha a ousadia de conseguir saltar de um avião, esta é uma daquelas imagens que congela uma palavra que nunca uso, a...
Londres, A poesia e o mundo

Londres, A poesia e o mundo

Confesso. É no metro agitado de Londres que recolho sempre a poesia desta cidade. Na memória, trago o mês de Dezembro do ano passado, durante o qual me rendi à ousadia de vestir a personagem de uma ‘londoner’, em dias onde imortalizei o início de uma das mais importantes viagens de sempre. Por isso, regresso...
Londres, Pudesse o tempo parar

Londres, Pudesse o tempo parar

Londres ganha mais luz em Dezembro. E não falo das luzes de Natal. Existe aqui uma morada que nos obriga a viver o tempo sem pressa de chegar a lado nenhum. Criado em 1978, o Blakes Hotel respira acolhimento no bairro de South Kensington, que, pioneiro dos hotéis boutique, é considerado um dos hotéis mais...
Scott Shuman,The Sartorialist en la intimidad

Scott Shuman,The Sartorialist en la intimidad

El blog de Scott Schuman es una referencia para la moda mundial. “De niño sabía que iba a hacer algo grande, pero aún no sabía qué”. “Intento hacer buenas fotografías de personas que me parecen interesantes” Después de trabajar quince años en el mundo de la moda, Scott Schuman se propuso hacer un cruce entre...
Scott Shuman, The Sartorialist, No encontro dos viajantes do mundo

Scott Shuman, The Sartorialist, No encontro dos viajantes do mundo

Scott Schuman é autor do blogue thesartorialist.com que, com milhões de visualizações, se tornou num dos ‘bloggers’ mais famosos de sempre. O mundo já não vive sem as tendências que Scott Shuman vai captando pelas ruas da cidade. Depois de quinze anos a trabalhar no mundo da moda, Scott Shuman achou que poderia fazer o...
Berlim, Pelas portas mais ousadas

Berlim, Pelas portas mais ousadas

Chego a Berlim sempre de coração nas mãos. Não apenas pela fragilidade de uma morada que nas minhas gavetas da memória guarda uma carga ainda não distante, mas porque é nesse mesmo lugar que assisto à fuga europeia a quem a criatividade é uma missão de vida. Nas memórias da cidade habita um palco que...
Berlim, Em estado 'belo'

Berlim, Em estado ‘belo’

Berlim habita um dos países mais eficientes do mundo, mas, na velocidade das ruas, não se sente o stress latente das vidas humanas. Não que com isso os alemães sejam um povo simpático, diria mesmo que fazem gala em não o serem, mas há qualquer coisa de suavidade controlada que escorre das ruas desta cidade....
Champagne, Da essência da Terra

Champagne, Da essência da Terra

Quando se chega à região de Champagne as vinhas estendem-se pela essência da terra que ondula suave. Chego a Reims nos dias dos tons mais dourados dos campos, onde a beleza das vinhas se mostram mais esplendorosas. Há qualquer coisa de muito suave a tranquilo que se evapora da terra, mesmo quando reconheço com alegria...
Berlim, Sem cores proibidas

Berlim, Sem cores proibidas

Chego ao Nhow Hotel quando Berlim já dorme e, além das cores fortes que me levam de elevador, guardo como um tesouro o sorriso gratuito e constante do Timothy Uhunamure, um nigeriano que além de me ajudar com as malas, derretia todo o gelo dos sorrisos inexistentes das ruas da cidade. Não me queixo da...
Funchal, Habitar o que é nosso

Funchal, Habitar o que é nosso

Num Verão em que Portugal se espelha vulnerável, é importante apontar para destinos dentro das nossas privilegiadas fronteiras. E se ajuda as contas portugueses ir para fora cá dentro, o deslumbre de uma ilha fascinante ganha ainda mais luz no arquipélago da Madeira. Estamos em casa. Num contraste de uma ilha turística, há sempre esquinas...
Madeira, A levada mais certa

Madeira, A levada mais certa

Viver a Madeira é viver Portugal em forma de descoberta de todos os pequenos paraísos que pode oferecer um arquipélago no Atlântico. Morada de um dos mais elogiados poetas portugueses, que mesmo na distância aclama os dias de todos aqueles que gostam de explorar o coração das experiências, José Tolentino Mendonça conduz-nos ao poder desta...
Açores, Na importância do silêncio

Açores, Na importância do silêncio

Viver os Açores é viver Portugal em forma de sonho. Um sonho que Sophia de Mello Breyner registou para sempre como ‘um pedaço de terra onde o mar é maior’. No arquipélago onde o mar é maior os seres humanos tornam-se mais humildes, perante a grandeza da dispensável mão do homem. Num verão onde somos...
Skydive, Viver o sagrado a 264 Km/h

Skydive, Viver o sagrado a 264 Km/h

Enquanto reúno no coração os meus melhores sentimentos, um pássaro decide pousar na varanda da minha janela atlântica. E não hesito, enquanto sorrio com humildade. Será possível transformar, em palavras, esta experiência? A ideia perseguia-me há tempo, mas a vida tem este esplendor inexplicável de nos pôr a apanhar as carruagens mais certas, nos momentos...
Londres IV, Se hoje me puderes ouvir

Londres IV, Se hoje me puderes ouvir

Todas as cidades têm o seu tempo mais certo e Londres revela-se mais lenta pelo manto branco que cobriu a cidade. ‘Pela neve sem vincar rasto, sempre caminhou aquele que busca um amor’ é uma das frases do livro que trago comigo para as viagens de baixo de terra. As palavras fazem-me olhar vezes sem...
Londres III, Muito além do azul

Londres III, Muito além do azul

Distante das ruas da cidade estão as casas, as muralhas habitadas dos amigos que escolheram Londres como morada, onde no ‘transportes do tempo’ de Ruy Belo se sentem bem. As palavras da escritora com que iniciei esta coluna segredou-me também que ‘ninguém pode dizer que conhece Londres se não conhecer um londrino de gema, se...
Londres II, Nas minhas e nas tuas mãos

Londres II, Nas minhas e nas tuas mãos

‘Londres fascina, saio de imediato num mágico tapete colorido e eis-me transportada para a beleza sem sequer mexer um dedo’. Sempre fui fascinada por lojas de museus e sei que elas são também responsáveis pela criarte, na minha missão de elevar o grande legado que é a nossa língua. E se um dia imaginei uma...
Londres I, Viajamos para confirmar a existência do mundo

Londres I, Viajamos para confirmar a existência do mundo

O Anjo Mudo de Al Berto ensinou-me que a pouco e pouco nenhum viajante vê o que os outros viajantes veem, o olhar de cada um, sobre as coisas do mundo, é único, não se confunde com nenhum outro. Retenho-me sempre nas suas páginas imaculadas que tanto inspiram as minhas pontas dos dedos. Na véspera...
Nuno Mendes, 'o viajante' em Londres

Nuno Mendes, ‘o viajante’ em Londres

De uma humildade rara, o chefe Nuno Mendes não pára de ser aclamado pela imprensa britânica. No seguimento do The Loft Project, um projecto onde o chefe abre as portas da sua cozinha e senta os convidados desconhecidos na mesma mesa, surge o Viajante, um restaurante onde é importante viver as emoções. Convidámos Sancha Trindade...
Dubai, ainda em terras árabes

Dubai, ainda em terras árabes

regresso com as mãos mais humildes. privilegiada a partir do momento que respiro a nossa brisa Atlântica, Lisboa recebe–me com suavidade, enquanto abandono a pele gasta de calor intenso. sem saudade, liberto-me dos 48º com 75% de humidade ou dos tórridos 53º que apanhei no deserto. no regresso ao passado, recordo-me que quando parti com...
Dubai, Na senda do deserto

Dubai, Na senda do deserto

para quem acompanha este blog já sabe que não gostei, não gosto e jamais gostarei do Dubai. Se por um lado admiro a capacidade de concretização da família Al Maktoum não posso deixar de achar que o que acontece por lá é a antítese do que eu acho ser a nossa vida na terra: uma...
E Madrid aqui tão perto

E Madrid aqui tão perto

E Madrid aqui tão perto Do rés-do-chão até ao sexto andar há mensagens nas paredes que nos convidam a viajar nas palavras de António Requeni, Virginia Woolf, José Ángel Valente, Cui Xingzong, Juan Rulfo, Júlio Cortazar ou Michel de Montaigne. Com a mesma transversalidade viajante das palavras de escritores espanhóis, franceses, ingleses ou argentinos, param...
Google Analytics Alternative