Pin it

Hoje, apenas escrevo, quando as cidades me falam de amor. Um amor pessoal e transmissível que relata fielmente, o que ele dita dentro de mim. Sentada por momentos em Florença e folheando o amor apaixonado de Dante por Beatriz, nas páginas de uma Vida Nova, observo ainda os encontros perdidos na ponte Vecchio. Hoje, confirmo mais uma vez as palavras do poeta onde a comédia é divina: afinal, o amor e o coração nobre são uma única coisa.

crónica publicada a 10 de Julho de 2009 no jornal Meia Hora