Pin it

Agora que é tempo de descobrir o que existe para lá do sonho, o Verão aparece como um fim de tarde sem instantes. Alarga-se então o tempo para nos encontrarmos, para nos descobrirmos. Porque a cidade abraça sempre os que ficam, duas moradas para viver o Verão com a intensidade que todos os devaneios merecem.

crónica publicada a 17 de Julho de 2009 no jornal Meia Hora