8 Campanha Semana da Mobilidade CML A Cidade na ponta dos dedos 2013_Miguel BPin it


A simpatia e boa energia do Miguel marcaram-me logo no primeiro encontro com os embaixadores desta campanha. Conhecemo-nos no lindíssimo Quiosque do Refresco da Rua de São Paulo, onde o Miguel apareceu impecável no estilo e na disponibilidade. A sua bicicleta inspirada nas chocolateiras antigas portou-se há altura de uma sessão onde a minha minha Leica se pingada pela chuva.A boa disposição nunca faltou e talvez por isso seja fácil para o Miguel acreditar no seu futuro. A terminar o seu mestrado em Design, o céu é o limite, e se este português tem o horizonte dos seus sonhos rasgados ao desafio do mais improvável, quase me atrevo a dizer que a brisa Atlântica e o vento na cara contribuem, de certeza, para ideias tão estoicas nos tempos que correm. Assim abrem-se as asas, não apenas as do casaco laranja cheio de pinta do Miguel, mas também as do seu futuro, que pelo que senti, acredito terem tamanho e rasgo para conquistar o mundo.

Pedalas na cidade há quantos anos?
Eu pedalo em Lisboa há quase um ano e meio.

Porque o decidiste fazer?
Decidi fazê-lo porque pensei que iria ver Lisboa com outros olhos, poupar dinheiro a longo prazo, e iria conseguir ter um estilo de vida menos sedentário e mais saudável.

O que te faz mais feliz quando pedalas pela cidade?
Não depender de um carro ou de transportes públicos para ir a quase todo o lado!

Qual o maior desafio?
O maior desafio que tive foi subir tudo desde a Baixa até ao início do Parque de Monsanto (quase) sem parar :-)))))).

Já tiveste algum susto?
Sim, numa altura em que ia a circular numa via onde passa o Eléctrico 15 quase tive um acidente quando a roda da bicicleta se prendeu no carril. Felizmente não aconteceu nada de grave.

Porque aconselharias os outros lisboetas a pedalar pela cidade?
Porque é uma boa forma de conhecer vários recantos nunca antes vistos e é também uma boa forma de se viver a cidade.

Gostarias de pedir alguma coisa específica às entidades urbanísticas para melhorar as suas viagens pela cidade?
Penso que seria crucial a expansão da actual rede de ciclovias da cidade e também a criação de mais infra-estruturas de apoio (oficinas, lojas de bicicletas, bicicletas municipais, etc).

Qual a historia que mais te marcou a bordo da tua bicicleta pelas ruas da cidade?
Depois de ter estado nas aulas, quando estava a caminho da minha casa, uma fotógrafa brasileira que estava a fazer ‘face hunting’ na altura da Moda Lisboa Primavera/Verão 2013 abordou-me em plena Praça do Comércio e pediu-me que parasse imediatamente pois queria tirar-me uma foto que, passado um ano, apareceria, graças a ela, num artigo digital do New York Times sobre o ‘street style’ sobre rodas! Foi um destino pouco esperado e muito surpreendente!

 

Para ver toda a campanha é  aqui.