última emissão da Cidade na ponta dos dedos fechou os panos na exposição de Filipe Marques, na Galeria de Fernando Santos. A história como metafísica ou o tempo superado entende-se como um tríptico, uma vez que se prolonga numa escala monumental uma necessidade de narrar a relação com a vertigem e o inquietante, uma travessia indizível que culmina numa experiência sagrada. Deixamos-lhe as imagens e o video mais em baixo, uma exposição a não perder no Porto.

filipe-marques-fernando-santos-galeria-cidade-na-ponta-dos-dedos-sancha-trindade3Pin it
filipe-marques-fernando-santos-galeria-cidade-na-ponta-dos-dedos-sancha-trindade4Pin it
filipe-marques-fernando-santos-galeria-cidade-na-ponta-dos-dedos-sancha-trindade2Pin it
filipe-marques-fernando-santos-galeria-cidade-na-ponta-dos-dedos-sancha-trindade7Pin it
filipe-marques-fernando-santos-galeria-cidade-na-ponta-dos-dedos-sancha-trindade9Pin it
filipe-marques-fernando-santos-galeria-cidade-na-ponta-dos-dedos-sancha-trindade5Pin it

Miolo Design, Mèzë e Oficina na Cidade #106 from A Cidade na ponta dos dedos on Vimeo.