Esta semana A Cidade na ponta dos dedos explorou o atelier de José Pedro Croft, um artista ímpar no panorama cultural português e com um percurso artístico que desenha inesgotáveis desafios ao nosso olhar sobre o real. ‘Medida Incerta’ é o nome da obra que respira Portugal na Bienal de Veneza. Descrita como uma desconstrução do plano e da ortogonalidade, o jogo entre a objetividade do espaço e a sua ilusão, é um desafio à sua estabilidade e equilíbrio. Ora veja.

José Pedro Croft na Cidade #119 from A Cidade na ponta dos dedos on Vimeo.

jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade10bPin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade2Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade9Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade4Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade5Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade3Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade8Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade7Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade1Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade6Pin it
jose_pedro_croft_acidadenapontadosdeodos_sanchatrindade11Pin it