Se este restaurante fosse uma galeria de arte não me espantava. Respira estética e impõe-se na oferta de Lisboa com grande mestria, por ser um espaço lindo de cair para a banda com um serviço muito cuidado. Neste abrir dos panos, confesso as minhas desculpas pela demora da minha visita, mas acredito que na vida, tal como o Saramago bem escrevia, ‘sempre chegamos onde nos esperam’. E diria que foi na hora certa com o ‘optimismo’ ao alto.

Com morada no número oitenta e seis da Rua da Boavista, podia ser apenas um restaurante ali nas zonas do Cais do Sodré, mas é muito mais do que isso. E aqui a minha segunda redenção, esta foi uma das melhores experiências que poderia ter tido nos primeiros meses do ano.

Mas comecemos pelo início. No início havia o sonho da Rita Andringa e do Filipe Rocha e o espaço revela isso com a presença da Pureza, um ousado Unicórnio que abençoa o espaço. Aos dois sonhadores juntou-se Pedro Ventura e juntos criaram este restaurante que respira boas vibrações por todo o lado. Estava feita a aliança, um gestor, uma designer de interiores de rasgo e um financeiro, para criarem um dos restaurantes com mais corpo de Lisboa. Não sei se me faço entender com esta ideia corporal, mas o Optimista é uma experiência que deslumbra no seu todo, com todas as sensações que uma grande prova merece.

If this restaurant were actually an art gallery it would not surprise me at all. It oozes aesthetic and imposes itself on the Lisbon scene with great mastery, by being a beautiful space with the most attentive service. Laying my cards on the table, I must confess my apologies for my delayed  visit, but I believe that in life, as Saramago well wrote,  ‘we always arrive where we are expected’.  And I would say that it was a timely visit with ‘optimism’ in the air.

Located at number eighty-six on the Rua da Boavista, it could just be any old restaurant around Cais do Sodré, but it’s much more than that. And here my second redemption – this was one of the best experiences I could have had in the first months of the year.

But let’s start at the beginning. At the beginning there was  Rita Andringa and Filipe Rocha’s dream – and the space reveals this with the presence of Purity, a daring Unicorn that blesses the space. Pedro Ventura then joined these two dreamers and together they created this restaurant that exudes good vibrations everywhere. The alliance was formed – a manager, an interior designer and a financier, to create one of the most corporeal restaurants in Lisbon. I do not know if I can make myself understood with this corporal idea, but the Optimist is an experience that dazzles in its entirety, with all the sensations that a great tasting session deserves.

OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it

Menciono a ideia de corpo mas também de presença, porque é impossível não nos sentimos bem nesta experiência ‘Optimista’. Todos os pratos têm uma razão de ser, há sempre uma história por trás, num processo criativo espontâneo do qual resultam receitas surpreendentes que conjugam sabor e textura. Tudo isto ao ritmo do que existe disponível no Mercado da Ribeira, onde o Optimista se abastece, para fazer acontecer um dos restaurantes mais especiais da cidade.

Numa antiga loja de motores eléctricos e com projecto de arquitectura assinado por Jorge Guimarães e pela sócia também designer de interiores, Rita, os interiores apresentam características bem portuguesas. O lambril em pedra, os arcos, o mosaico hidráulico do pavimento, misturam-se com a fauna, a flora, objectos de arte (todos lindos de querer leva-los para casa) e alguns pormenores insólitos, como o Unicórnio e outros pequenos pormenores que prefiro não revelar para não interferir com a surpresa.

I mention the idea of body but also of presence, because it is impossible not to feel well in this ‘optimistic’ experience. All the dishes have a raison d’etre, there is always a story behind them, in a spontaneous creative process from which come surprising recipes that combine flavour and texture. All this to the rhythm of what is available in the Ribeira Market, from where the Optimist sources its supplies, to bring to life one of the most special restaurants in the city.

Set in an old electric motor shop, with architecture signed by Jorge Guimarães and the interior design partner, Rita, the interiors present very Portuguese characteristics. The lamella in stone, the arches, the mosaic on the hydraulic floor, all mixed with fauna, flora, pieces of art (all beautiful enough to want to take home) and some unusual details, such as the Unicorn and other small details which I prefer not to reveal so as not to take away the surprise.

OPTIMISTA RESTPin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co3Pin it
OPTIMISTA RESTPin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co2Pin it
OPTIMISTA RESTPin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co4Pin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it

Um dos objectos mais marcantes é uma tapeçaria lindíssima de seis metros que ocupa uma parede inteira, cedida pela empresa Ferreira de Sá que produz peças assinadas pelo Frank Gehry, Álvaro Siza ou a Nini Andrade e Silva. A contrariar a rigidez da pedra e o pé direito alto, estão as grandes e confortáveis almofadas em linhos de várias cores, com destaque para um coral vibrante (não podia estar mais na moda, já que a Pantone a destacou como a cor do ano) e que inunda o espaço de optimismo.

One of the most striking objects is a beautiful six-meter long tapestry that occupies an entire wall, provided by the Ferreira de Sá company that produces pieces signed by Frank Gehry, Álvaro Siza and Nini Andrade e Silva. To counteract the stiffness of the stone and the high ceilings, large, comfortable linen pillows of various colors, with a vibrant coral tone (which could not be more fashionable, as Pantone highlighted it as the color of the year) that floods the space of optimism.

OPTIMISTA RESTPin it

Na cozinha, os chefs André Andrade e Pedro Correia orquestram este cenário que respira arte na sala, mas também na cozinha, separada apenas por um vidro. Receitas tradicionais portuguesas elogiam as viagens dos portugueses pelo Mundo revisitando os nossos ingredientes mais queridos como o Bacalhau, estufados, ensopados ou tempuras, enriquecidos com ingredientes de outras origens e exóticos, como as algas ou o kimchi. A missão é clara: fazer uma cozinha de base portuguesa e polvilha-la com ingredientes do Mundo, sem perder a identidade nacional.

In the kitchen, chefs André Andrade and Pedro Correia orchestrate a scene that brings art into the dining room as well as the kitchen, the two separated only by glass. Traditional Portuguese recipes pay tribute to the voyages of the Portuguese around the World, revisiting our most beloved ingredients such as Cod, stews or tempuras, enriched with exotic ingredients from other origins, such as algae or kimchi. The mission is clear: create a Portuguese-based cuisine sprinkled with ingredients from the World, without losing its national identity.

OPTIMISTA RESTPin it

No que provei, uma Tábua portuguesa com certeza, com uma selecção de entradas para partilhar com contastes de sabores, que vão das Bolas de arroz recheadas de queijo da ilha às Ostras. Obrigatórios são os Croquetes de rabo de boi e maionese de couve kimchi à portuguesa. Em jeito de surpresa o chef trouxe à mesa um Pica Pau de berbigão com molho de Bulhão Pato que estava divinal. Mas o Bife do espelho da agulha, xerém frito, molho de cheiros, pickle de três pimentos confirmou crescente sinfonia da qualidade do ingredientes. Nas sobremesas um mais do que perfeito Mil-folhas de massa brick, curd de ananás, mousse de côco, chocolate e frutos vermelhos. Muito original, delicado e surpreendente.

From what I tasted, it was a Portuguese Table for sure, with a selection of starters to share with contrasting flavours, ranging from the rice balls stuffed with cheese to the Oysters. The Oxtail and Portuguese style kimchi mayonnaise are an absolute must! Surprisingly, the chef brought a cockle ‘Pica Pau’ with a Bulhão Pato sauce to the table, which was divine. But the Needle Mirror Steak, fried xerém, fragrant sauce, three pepper pickle confirmed the increasing quality of the symphony of ingredients. Among the desserts was a more than perfect mille feuille of brick dough, pineapple curd, coconut mousse, chocolate and red berries. Very original, delicate and amazing.

optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co1Pin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co5Pin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co7Pin it
OPTIMISTA RESTPin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co6Pin it
optimista-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-sancha-co8Pin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it

Com a certeza de que o ‘Optimismo é a melhor receita’ – frase de Louis-Albert de Broglie, um amigo da casa – aqui deixo o convite de uma visita urgente, a um dos restaurantes que mais gostei de conhecer na Lisboa do últimos tempos. A simpatia da Maria fará as honras desta morada surpreendente ao lado dos chefs André Andrade e Pedro Correia que insistem em vir à mesa explicar as suas criações. Com o optimismo ao alto, este é mesmo um restaurante obrigatório na capital, para ir e sentir com a certeza que terá uma experiência especial, orquestrada por uma equipa de excelência que eleva as boas vibrações ao alto, como tão bem merece a grande benção de estarmos vivos.

And with the certainty that ‘Optimism is the best recipe’ – a phrase from Louis-Albert de Broglie, a friend of the house – I invite you to make an urgent visit to one of the restaurants I have most enjoyed in Lisbon in recent times. No amount of praise will do justice to this amazing venue where the chefs André Andrade and Pedro Correia insist on coming to the table to explain their creations. And it is with much optimism that I relish this contagious sensation that reveals that this is now a compulsory restaurant on the capitals dining scene, where you can go and feel with certainty that you will have an real experience with a team focused on excellence and with a great vibe.

OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it
OPTIMISTA RESTPin it

© photos Luíz Ferraz e Sancha.Co

O que adorei
A estética irrepreensível, os sabores invulgares e a simpatia da equipa.
O que melhorava
Nada a aclamar ;-)

What I loved
The impeccable aesthetics, the unusual flavors and the friendliness of the team.
What could improve
I have nothing to add :-) 

Optimista
Rua da Boavista, 86
+351 213 460 629
website . facebook . instagram

Para me seguir no instagram procure Sancha.Co
To follow me on instagram find Sancha.Co