Notas frescas de pinho e da brisa do Atlântico, flor de laranjeira, alecrim, lavanda, cedro, pinho, patchouli e ainda a atmosfera da água dos arrozais. Estes são os aromas do Alma da Comporta, um perfume que tive o privilégio de conhecer este Verão na casa do seu autor, Pierre Bouissou. Ex-CEO da Boucheron e apaixonado pela Comporta, desde que a visitou à oito anos a convite da sua grande amiga Claire Choisne, diretora criativa da Boucheron. Na simplicidade da Comporta, os amigos franceses encontraram a atmosfera que ambos não sentiam no fausto parisiense.

Fresh notes of pine and Atlantic breeze, orange blossom, rosemary, lavender, cedar, pine, patchouli and the watery atmosphere of the rice fields. These are the aromas of Alma da Comporta, a perfume I had the privilege of knowing this Summer at the house of its author, Pierre Bouissou. Former CEO of Boucheron and passionate about Comporta, since visiting her eight years ago at the invitation of her great friend Claire Choisne, Boucheron’s creative director. In the simplicity of the Comporta, the French friends found the atmosphere they both did not feel in Parisian splendor.

alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-2Pin it

Envolvida no pinhal perto da Aldeia da Muda, a casa de dois andares foi o cenário onde Pierre recebeu um grupo restrito de portugueses para apresentar o seu projecto Alma da Comporta. Encantado com a tranquilidade, o perfume é também uma homenagem ao tempo que agora tem para saborear a vida, na terra e nas praias a Sul do Sado. Nele podemos encontrar também o aroma do pinhal e o silêncio que selam a sua criatividade mas também a paz que encontrou neste paraíso português.

Wrapped in the pine forest near Aldeia da Muda, the two-story house was the setting where Pierre received a restricted group of Portuguese to present his project Alma da Comporta. Delighted with the tranquility, the perfume is also a tribute to the time you now have to enjoy life, on land and on the beaches south of Sado. In it we can also find the aroma of pine forest and the silence that seal your creativity but also the peace you found in this Portuguese paradise.

alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-14Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-3Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-7Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-8Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-9Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-15Pin it

Natural de Nice, o ex-CEO da Boucheron que passou pela LVMH, como diretor-geral da marca da Berluti, mas também pela Christian Dior, a Pierre Fabre e a L’Oréal, partilhou a sua história e o amor que tem às vivências da Comporta. Muito apaixonado e emocional nas suas palavras, as janelas envidraçadas amplamente abertas, traziam-nos os aromas da mata, o que fez deste almoço um concerto de aromas ainda mais especial. Se pode ser estranho para alguns Portugueses, ser um Francês a criar um perfume que elogie a nossa Comporta, não há maior elogio a Portugal do que sentir que um homem que trabalhou com algumas das marcas melhores do Mundo apaixonou-se tanto por uma das nossas aldeias, ao ponto de criar um perfume em nome gratidão de ter nestas terras encontrado o seu maior tesouro, a sua paz.

Born in Nice, the former Boucheron CEO of LVMH, managing director of the Berluti brand, but also Christian Dior, Pierre Fabre and L’Oréal, shared his the love he has for the experiences of Comporta. Very passionate and emotional in his words, the wide open glass windows brought us the aromas of the woods, which made this lunch an even more special aromas concert. If it may be strange for some Portuguese, to be a Frenchman creating a perfume that compliments our Comporta, there is no greater compliment to Portugal than to feel that a man who worked with some of the best brands in the world has fallen in love with one of our own villages, and creating a perfume in the name of gratitude to have found in these lands their greatest treasure, their own peace.

alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-10Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-11Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-23Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-20Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-17Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-5Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-22Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-24Pin it

Ao contrário de muitos franceses que escolhem o nosso país pelos benefícios fiscais, Pierre continua a prestar contas a França onde faz consultoria a muitas marcas internacionais. Dividido entre Paris, Lisboa e esta sua casa maravilhosa no pinhal de Muda, a poucos minutos da Comporta é com gosto que partilha o encontro espiritual que o reconectou com a sua alma. Enamorado pelo vento que bate nas árvores do seu terreno e com a presença magistral da natureza, o perfume da Comporta foi criado acima de tudo com um ingrediente muito especial: a sensorialidade. Na sua casa e com a natureza como maior dos luxos Pierre partilha durante o almoço que pretende passar mais tempo da sua vida, com certeza que este perfume é muito mais um acto de gratidão, do que mais um dos negócios que fez crescer durante a vida.

Apenas à venda em cinco moradas portuguesas, nos próximos anos a sua intenção é que o perfume não levante asas para ser vendido fora de Portugal. Isto porque Pierre quer manter a sua produção artesanal. “Porque esse é o espirito da Comporta” diz-me emocionado. Pela serenidade que sente em sua casa mas pela humanidade, e simplicidade que encontrou nestas terras e que diz ter a certeza “ser o maior dos luxos”.

Unlike many French people who choose our country for tax benefits, Pierre continues to report to France where he consults with many international brands. Torn between Paris, Lisbon and this wonderful house in the Muda pine forest, just minutes from Comporta, it is with pleasure that you share the spiritual encounter that reconnected you with your soul. In love with the wind that hits the trees of its terrain and with the masterful presence of nature, the perfume of Comporta was created above all with a very special ingredient: sensoriality. At home and with nature as the greatest of luxuries Pierre shares during lunch that he wants to spend more time in his life, surely this perfume is much more an act of gratitude than one of the businesses that has grown in life. 

Only for sale in five Portuguese addresses, in the coming years your intention is that the perfume does not lift wings to be sold outside Portugal. This is because Pierre wants to keep his craft production. “Because that’s the Comporta spirit,” he tells me with emotion. For the serenity you feel in your home but for humanity, and the simplicity that you have found in these lands and that says to be sure “to be the greatest of luxuries”.

Alma da Comporta
Eau de Parfum Unisexo, 100ml, €180. Pode ser comprado na Jasmin Noir em Lisboa, Porto, Troia e Quinta do Lago, na Barros & Bernard em Lisboa, na Lavanda na Comporta, na Barracuda e na Quinta da Comporta no Carvalhal.

Alma da Comporta
Eau de Parfum Unisex, 100ml, € 180. It can be purchased at Jasmin Noir in Lisboa, Porto, Troia e Quinta do Lago, at Barros & Bernard in Lisboa, at Lavanda in Comporta, and at Barracuda and at Quinta da Comporta in Carvalhal.

alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-16Pin it
alma-comporta-a-cidade-na-ponta-dos-dedos-de-sancha-trindade-1Pin it